Acabei de adotar um gato! O que fazer?

Por março 13, 2019Dicas, Saúde, Uncategorized

Basta navegar pelas redes sociais para se deparar diariamente com centenas de gatos esperando para adoção.

Branquinhos, malhados, pretos… A oferta é gigante!

Mas se você, querido(a) leitor(a), caiu neste artigo você provavelmente se rendeu aos encantos de um neném desses ou está pensando em fazê-lo.

Qualquer que seja o seu caso, fique calmo(a)!

Abaixo você encontrará um guia completo de todos os procedimentos em relação à saúde e adaptação do seu novo amigo.

 

ADAPTANDO A CASA PARA RECEBER UM GATO

A sua primeira preocupação deve ser telar a casa inteira para recebê-lo!

O gato, como um bom caçador, sempre procura estar em lugares elevados, e sua janela com certeza será um local muito usado por ele (para ficar de olho em tudo que acontece na vizinhança ou estar mais alto).

O problema é que, se a sua janela não for telada e passar uma potencial presa, ele poderá se jogar sem pensar nas consequências. E você não quer que eu ele volte a ter a vida difícil que ele tinha nas ruas, certo?

Essas quedas são perigosas não só pela fuga, mas porque eles podem se machucar gravemente ou até morrerem.

MOMENTO DA ADOÇÃO

Vá buscá-lo com uma caixinha de transporte e deixe que ele entre nela naturalmente, sem que você o coloque lá dentro.

Uma boa coisa a se fazer é já providenciar uma mantinha para uso do gato e deixá-la dentro da caixinha à disposição seu novo amiguinho.

LEVANDO O GATO PARA CASA

O gato é um animal caçador e territorialista por natureza, logo, esse momento de conhecer seu novo local será de muita aflição para ele.

É importante que você não o force a sair da caixinha de transporte nesses momentos – tampouco apresse o momento dele conhecer cada cantinho da sua casa. Abra a tampa e deixe que ele vá quando se sentir seguro.

 

SUPRINDO AS NECESSIDADES DE UM GATO

O gato é bem disciplinado no quesito fazer-as-necessidades-biológicas. O que você precisa fazer é disponibilizar uma caixa que tenha 3 vezes o tamanho dele com areia que dê para  ele enterrar as suas necessidades.

O gato é muito higiênico, então essa caixa deve estar sempre distante da comida e da água.

Disponibilize uma vasilha funda e larga cheia de ração para alimentação dele.

Além disso, é indicado que você dê patês ou sachês ao menos três vezes por semana para elevar a ingestão de líquido do seu amor.

Falando em água, encha uma vasilha funda e larga de água sempre fresca ou compre uma fonte de água para o bichano.

É importante a água estar sempre limpa e você sempre induzir o seu gato a beber água, para evitar futuros problemas renais – coisa que infelizmente eles têm propensão a ter.

CUIDADOS COM A SAÚDE

No que tange aos cuidados com a saúde de um gato, você deve priorizar 3 coisas: a vermifugação, o teste de FIV e FELV e a vacinação.

É importante que você procure um veterinário de confiança para fazer as 3 etapas visando a saúde do seu amiguinho, mas explicaremos por alto o que é cada etapa.

A vermifugação é quando você medica o seu gato para evitar que ele padeça de problemas com vermes. Deve ser indicado por um profissional de confiança para avaliar qual medicamento utilizar e a dosagem.

O Teste de FIV e FELV tem o objetivo de descobrir se o seu amiguinho tem uma doença autoimune felina chamada FIV (que é comparável à nossa AIDS) e/ou se tem FELV, uma espécie de leucemia felina.

Nenhum dos males tem cura, mas com orientações indicadas, tudo ficará bem!

A boa notícia é que a FELV pode ser prevenida com vacinação.

O profissional poderá ministrar a V4 ou a V5, sendo que essa última previne o seu amiguinho de pegar FELV – sim, essa doença pode ser adquirida por meio de saliva e outros fluídos de gatos contaminados. Portanto, a V5 é sempre a mais indicada.

As duas acontecem em duas doses. E na segunda dose o seu gato deve ser vacinado contra a raiva também.

Não custa falar mais uma vez, né?! Jamais medique seu felino ou qualquer outro animal. Caso tenha qualquer dúvida, procure um veterinário de confiança.

 

Ufa!

 

Agora você pode respirar, porque seu amigo não precisará de cuidados tão cedo.

 

Quer saber como esses amiguinhos felinos demonstram afeto? É só clicar aqui. Quer se prevenir pra não tomar um susto quando seu gatinho expelir sua bola de pelo? Saiba mais aqui

Newsletter Céu de Patas

  Quer saber mais sobre nosso serviço? 

QUERO RECEBER
Fique tranquilo. Nunca enviaremos SPAM ou informações desnecessárias.
Céu de Patas

Autor Céu de Patas

Mais posts de Céu de Patas
Newsletter Céu de Patas

  Quer saber mais sobre nosso serviço? 

QUERO RECEBER
Fique tranquilo. Nunca enviaremos SPAM ou informações desnecessárias.
Gostou da Céu de Patas? Compartilhe com seus amigos e familiares