Cuide do fígado do seu pet

Falta de apetite, vômitos (na maioria das vezes de coloração esverdeada) ou ânsia de vômitos, perda de peso, prostração e aumento de volume abdominal no seu pet podem ser sinais de doença hepática. Você já se atentou para a importância do cuidado com o fígado do seu bichinho?

Dentre muitas funções, o fígado é responsável pela liberação e armazenamento de glicose, armazenamento de minerais e vitaminas, produção de fatores responsáveis pela coagulação sanguínea e emulsificação das gorduras. Além disso, o órgão funciona ainda como um filtro, retendo e excretando as impurezas e toxinas do organismo. Por isso, quanto antes for feito o diagnóstico, melhor o resultado e a sobrevida do paciente.

Algumas das principais causas de doenças hepáticas identificadas comumente são as intoxicações (por medicamentos, plantas, corantes etc.), infecções bacterianas, traumas, dieta desequilibrada, obesidade, diabetes, tumores e doenças em vesícula biliar.

O tratamento das hepatopatias envolve, na maioria das vezes, alteração da dieta e medicações orais, devidamente orientadas pela equipe da clínica veterinária de confiança.

A veterinária Jyzana Carvalho, diretora do SOS Hospital Veterinário, em Vila Velha (ES), tem identificado um aumento dos casos de tumores (ou neoplasias) de fígado atendidos na clínica. “Após o exame clínico, exames complementares de imagem e de sangue, podemos fechar o diagnóstico e encaminhar o paciente para a equipe cirúrgica, que deve possuir experiência e equipamentos adequados para realização destas cirurgias minuciosas. Na maioria das vezes, elas são delicadas e envolvem um planejamento prévio”, afirma.

Neste momento, contar com um espaço que tenha estrutura física e corpo clínico competente é o diferencial para garantir a segurança na realização do procedimento, tanto para o pet quanto para os donos.

“No caso da identificação de doença hepática, considere que o sucesso do tratamento dependerá da sua atenção e carinho no acompanhamento da dieta e fornecimento dos medicamentos exatamente conforme a orientação médica”, orienta Jyzana.

Fique ligado nas mudanças de hábitos e comportamentos dos seus melhores amigos para precaver sofrimentos. Isso é amor ao seu bichinho! ?

Fonte: http://www.folhavitoria.com.br/geral/blogs/petblog/2017/03/27/figado-do-cachorro/

Newsletter Céu de Patas

  Quer saber mais sobre nosso serviço? 

QUERO RECEBER
Fique tranquilo. Nunca enviaremos SPAM ou informações desnecessárias.
Céu de Patas

Autor Céu de Patas

Mais posts de Céu de Patas
Newsletter Céu de Patas

  Quer saber mais sobre nosso serviço? 

QUERO RECEBER
Fique tranquilo. Nunca enviaremos SPAM ou informações desnecessárias.
Gostou da Céu de Patas? Compartilhe com seus amigos e familiares