Animais exóticos domesticáveis e cuidados necessários

Por junho 4, 2018Curiosidades, Dicas

Quando se pensa em animais de estimação, as imagens que vêm à mente normalmente são cães e gatos. Há quem pense em pássaros, peixes, tartarugas ou mesmo coelhos. Mas você sabia que existem animais exóticos domésticos? E exóticos significa realmente o que você está pensando: animais incomuns para se ter dentro de sua casa.

Animais exóticos que pode ter em casa
Em alguns lugares do mundo, é tradição ter animais exóticos domésticos. Existem culturas que adotam cobras, bodes e até mesmo aranhas como pets. No Brasil isso é menos comum, principalmente porque há leis que proíbem tentar domesticar esses animais. Mas há alguns, permitidos pelos autoridades competentes, que muitos brasileiros têm em suas casas.

Chinchila
Esse pequeno animal é dócil, delicado e pouco agressivo. É silencioso e com hábitos noturnos. Ele se adapta facilmente aos novos donos a partir do momento em que adquire confiança. A chinchila se alimenta de uma ração específica e de frutas. Ela necessita de espaço para brincar e para escalar.

Assim como os gatos, esse pequeno animal se higieniza sozinho. É recomendável, ainda, acrescentar à gaiola uma quantia de areia fina para que ela tome banhos de areia. Um cuidado que se deve ter é com o calor. A chinchila é sensível a altas temperaturas. Por isso mantenha ela em um lugar arejado, fresco e sem muita incidência de sol.

A pelagem peculiar do animal faz com que não se possa acariciar por tanto tempo, pois a chinchila libera pelos na presença de um predador quando tocam-na em excesso. Apesar do pelo macio e sedoso, ao acariciá-la demais poderá causar problemas na pele do animal.

Cacatua
A cacatua é muito comum como animal de estimação nos Estados Unidos. É um animal de longa vida, podendo chegar aos 70 anos de idade e pesando 2 kg. É companheira, gosta de brincar e de ter atenção constantemente. Prepare-se para mimá-la. Em de produtos para animais vendem alguns especiais para entreter esse pássaro.

Ela é inteligente e pode ser adestrada facilmente. Custa um pouco para adaptar-se com novas pessoas, mas quando ganha confiança é amistosa e brincalhona. Evite deixá-la presa por muito tempo na gaiola, ela gosta de sair, se aventurar e brincar pela casa.

Se alimenta de sementes, grãos, legumes e frutas, para além da ração própria da ave.

Furão
O furão é um animal agitado e brincalhão. É um animal muito sociável, inteligente e divertido. Requerem tantos cuidados quanto os cães e os gatos, e também pode viver solto pela casa.

Os furões não se adaptam a temperaturas muito quentes e são, na verdade, muito propícios a morrer em altas temperaturas. São animais carnívoros e devem ser alimentados com determinados tipos de outros animais. Caçam roedores e pássaros com facilidade.

Devem tomar banho uma vez por mês ou a cada 2 meses, vai depender da quantidade de sujeira que o seu bichinho acumula. Outro cuidado que se deve ter é manter sempre a carteira de vacinação em dia.

Iguana
É um réptil amistoso, que pode viver até os 13 anos e chegar aos 2 metros de comprimento. Já foram muito famosas como animais de estimação há alguns anos, embora hoje nem tanto. Deve-se dar comida a elas 3 vezes por semana. Essa frequência diminui conforme envelhecem. O seu veterinário vai dizer quantas vezes você deve alimentá-la.

As iguanas comem insetos, frutas, verduras, folhas e plantas. Quando envelhecem, deixam de comer insetos e passam a ser herbívoras. Para tê-la em casa, você precisa de espaço e de temperaturas acima de 25ºC. Compre um aquário espaçoso e o preenche com folhas, água, terra e plantas.

Mini Pig
Os mini pigs são extremamente fofos e carinhosos. Mas cuidado ao comprar, pois a criação desses animais, assim como a maioria de animais domésticos de raça, é feita por meio de exploração de machos e de fêmeas adultos.

Além disso, aqui no Brasil algumas pessoas começaram a vender filhotes de porcos comuns pelo preço de mini pigs. O problema não é nem o preço e sim que esses animais podem chegar aos 300 kg. Depois de criar vínculo com o animal, a situação vai ficar muito triste e bem complicada.

Quanto aos mini pigs, eles são inteligentes e ótimas companhias. Alimentam-se de rações específicas para sua espécie. Se quiser, complemente a dieta deles com verduras, legumes e grãos. Outras comidas como a de humanos, gatos e cães, podem causar problemas à saúde do porquinho.

Cuidados a ter com animais exóticos domésticos
Os animais exóticos domésticos possuem uma ração específica. Deve-se consultar com o criador e com o veterinário para não prejudicar a saúde dos animais. Além disso, esteja ciente do espaço que tem em casa e do espaço que o animal precisa para brincar e estar feliz. Se não tem espaço, evite ter qualquer animal.

Tenha em mente o tempo disponível que você tem para dar atenção ao animal. Alguns exigem mais atenção, tanto para brincar quanto para cuidados de limpeza e de saúde. Caso tenha crianças agitadas, evite animais que precisam de muitos cuidados, que sejam pequenos, frágeis o que tenham problemas saúde.

Newsletter Céu de Patas

  Quer saber mais sobre nosso serviço? 

QUERO RECEBER
Fique tranquilo. Nunca enviaremos SPAM ou informações desnecessárias.
Céu de Patas

Autor Céu de Patas

Mais posts de Céu de Patas
Newsletter Céu de Patas

  Quer saber mais sobre nosso serviço? 

QUERO RECEBER
Fique tranquilo. Nunca enviaremos SPAM ou informações desnecessárias.
Gostou da Céu de Patas? Compartilhe com seus amigos e familiares