A ração vegana chega para adequar os hábitos dos pets aos dos tutores adeptos desse estilo de vida

Não é fácil para tutores veganos e vegetarianos oferecerem para seus pets as tradicionais rações que existem no mercado, todas com alta quantidade de proteína animal em suas receitas. As opções comerciais de alimentos sem carne são raras e, muitas vezes, deixam a desejar do ponto de vista nutricional. A seguir, o zootecnista Henderson Verdugo Pascoal, parceiro da Bicho Green, linha de alimento para animais 100% vegetal, que chega ao mercado agora em março, esclarece alguns pontos sobre a troca da ração tradicional pela vegetariana. Vamos lá!

Ração vegetariana x ração com carne
“É preciso ressaltar que o mais importante na alimentação, seja humana ou animal, não é o produto em si, mas os seus nutrientes. As necessidades nutricionais de cães e gatos podem ser atendidas plenamente com uma dieta especial equilibrada e sem carnes”.

Fórmula da ração vegana
“A alimentação à base vegetal tem excelente assimilação, alto grau de digestibilidade e é indicada para todos os portes de cães e gatos. Diante desse fato, faz sentido a introdução de alimentos que sejam 100% formulados com ingredientes vegetais na dieta regular dos pets, desde que respeitem as necessidades nutricionais e tragam em sua composição aminoácidos, vitaminas e fontes de energia adequados”.

Tendência mundial
“Países desenvolvidos, como Itália e Inglaterra, são mercados com profundo entendimento de fórmulas das rações vegetarianas. Esses modelos possibilitam criar no Brasil um produto que tenha formulações técnicas, certificados e controles de qualidade rigorosos, além de tecnologia com um preço compatível ao mercado nacional”.

Polêmica
“As proteínas de origem vegetal são questionadas devido à falta de alguns aminoácidos essenciais que são fornecidos em dietas com carnes. Sendo assim, há necessidade de adicionar fontes que complementam a dieta vegetariana equilibrando o fornecimento desses nutrientes”.

Escolha da ração
“A escolha da alimentação depende dos ingredientes que ela traz. Composições com arroz, milho, levedura, farinha de linhaça, beterraba e a associação com ômegas (3 e 6), pré e probióticos melhoram o funcionamento da flora intestinal. Além disso, aminoácidos e vitaminas garantem uma alimentação completa e saudável para o pet”.
E quanto aos gatos? “Os gatos são considerados carnívoros e a sua dieta na natureza é composta principalmente de proteínas e gorduras derivadas de pequenas presas. Mas sabemos que, no ambiente doméstico, esses animais não recebem uma alimentação a partir da sua caça e, sim, alimentos industrializados e prontos, que já utilizam em sua base amidos, nutrientes sintéticos, gorduras e proteínas diversificadas”.

Bicho Green
“É uma opção de alimento também industrializado, mas 100% vegetal, e que traz uma composição equilibrada para atender o fornecimento de todos os nutrientes. O gato, por exemplo, é muito exigente quanto à dieta e por isso precisa de aminoácidos essenciais para para sua saúde, como é o caso da taurina e da lisina, entre outros”.

Aminoácidos
“Sabemos da importância deles, sabemos também que são encontrados comumente na proteína animal. O que propomos é uma alternativa de ração que contenha esses mesmos nutrientes sintéticos associados a proteínas vegetais, carboidratos, vitaminas e minerais. Esses ingredientes juntos são capazes de satisfazer todas as exigências nutricionais em uma ração mais saudável, sem conservantes e corantes”.

 

FONTE: http://blogs.atribuna.com.br/mundopet/2018/03/veganos-e-saudaveis/

Newsletter Céu de Patas

  Quer saber mais sobre nosso serviço? 

QUERO RECEBER
Fique tranquilo. Nunca enviaremos SPAM ou informações desnecessárias.
Céu de Patas

Autor Céu de Patas

Mais posts de Céu de Patas
Newsletter Céu de Patas

  Quer saber mais sobre nosso serviço? 

QUERO RECEBER
Fique tranquilo. Nunca enviaremos SPAM ou informações desnecessárias.
Gostou da Céu de Patas? Compartilhe com seus amigos e familiares